Confraria Radisson, um modelo interessante para divulgação de novos rótulos

Para o consumidor que está descobrindo cervejas especiais, o caminho nem sempre é muito simples.

6 de novembro de 2014


Para o consumidor que está descobrindo cervejas especiais, o caminho nem sempre é muito simples. Ao chegar ao supermercado ou a uma loja especializada, a pessoa se depara com uma miríade de rótulos e fica sem saber o que escolher. Nas lojas, geralmente há alguém para orientar a escolha e tirar dúvidas. No supermercado, isso só acontece na seção de vinhos (e olhe lá).

Há ainda tours cervejeiros e degustações das mais variadas. Uma delas me chamou atenção pelas facilidades: preço convidativo, boas cervejas e boa localização. Trata-se da Confraria Radisson, uma parceria entre o hotel do mesmo nome, na região da Faria Lima, e a importadora Bier & Wein, uma das mais tradicionais do setor. O local é agradável e o restaurante que abriga o evento é amplo e confortável.

Já foram quatro edições bimestrais, sempre com o mesmo formato. O participante chega ao restaurante Baldebec, dentro do hotel, recebe uma ficha e uma caneta e parte para a primeira degustação. Ali, a sommelier da importadora faz uma rápida apresentação do rótulo em questão enquanto faz o serviço. Em seguida, basta se dirigir ao balcão e pegar o acepipe que harmoniza com a cerveja da vez. Quem quiser pode fazer anotações e comentários na ficha recebida no início.

Cada Confraria tem um tema, sempre adequado à época do ano, nas quais são servidos de cinco a seis rótulos distintos. A seleção das cervejas é acertada e vem se aprimorando a cada edição. Já as harmonizações podem evoluir mais. A maioria dos acepipes é boa, mas certos elementos do preparo ou da textura dos alimentos às vezes compromete o conjunto.

A última Confraria de 2014 já tem data para acontecer, 27 de novembro , com o tema “Cervejas para Brindar”. Na ocasião, os convidados poderão degustar seis rótulos: La Trappe Witte, cerveja holandesa criada em um mosteiro trapista dentro do estilo Witbier, um clássico belga. Suave, com aroma e sabor cítrico, leva cascas de laranja Curacao e semente de coentro assada na receita; a segunda vem da Itália, Baladin Wayan, uma saison leve e refrescante, com toques cítricos e adição de pimenta; depois, oriunda da Bélgica, Rodenbach Grand Cru, bebida delicada, uma Flanders Red Ale mais acida e toque vinificado, ideal para beber em taças tipo flûte; em seguida, a belga Lindeman’s Framboise, cerveja de fermentação espontânea, do tipo Lambic, ácida, elaborada com framboesas; após, a norte-americana Speakeasy Double Daddy, cerveja forte, uma Imperial India Pale Ale bem alcoólica, intensa, para mexer com os sentidos; por último, outra holandesa, Urthel Samaranth, Belgian Strong Dark Ale com 11% de teor alcoólico, escura, potente, para ser saboreada sem pressa.

Serviço
5ª Confraria Radisson – “Cervejas para Brindar”
Dia 27 de novembro de 2014, das 19h às 21h
Radisson Faria Lima – Av. Cidade Jardim, 635 – São Paulo
Valor: R$ 55,00
Informações:  (11) 2133-5960


Alessandro Pinesso

E-mail: pinesso@gmail.com

Sommelier de cervejas formado pela ABS e Association de la Sommellerie Internationale e Mestre em Estilos Cervejeiros pelo Instituto da Cerveja Brasil, associado ao Brewers Association dos EUA. É autor do capítulo especial da edição brasileira do livro “Filosofia de Botequim”, de Matt Lawrence

- Mais Notícias -


07/02/2017

Mistura Clássica chega de vez nas prateleiras de Belo Horizonte e região

Várias ações prometem consolidar a marca em Minas Gerais

08/08/2014

Degusta Beer&Food, cobertura (quase) completa

Evento na capital paulista reuniu cerveja e gastronomia.

05/01/2015

Retrospecbeer 2014

Confira os fatos mais importantes do ano para a cerveja brasileira



Fique por dentro

Receba nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que acontece no mundo cervejeiro, como notícias, eventos e promoções!